CulturaDestaque

Amazonas vai sediar a final da competição mundial XPRIZE Florestas Tropicais

Etapa final do prêmio deve trazer descobertas sobre o território amazônico em tempo real

Foto: Secom/Roberto Santos

O Amazonas foi anunciado como sede da etapa final do prêmio XPRIZE Florestas Tropicais, maior competição de sustentabilidade do mundo. O anúncio foi feito em Manaus, neste domingo (27/08), durante a Glocal Experience Amazônia. O prêmio visa o desenvolvimento de novas tecnologias para o mapeamento da biodiversidade das florestas tropicais do mundo.

O XPRIZE Rainforest é uma competição global de cinco anos, que reúne especialistas de diferentes disciplinas em um desafio, para usar novas tecnologias para acelerar o monitoramento da biodiversidade tropical. Financiado pelo Instituto Alana, o XPRIZE Rainforest premiará os vencedores com 10 milhões de dólares.

A articulação para que o Amazonas sediasse o evento começou na Cúpula da Amazônia, em Belém. Na sexta-feira (25/08), o Governo Federal firmou um termo de parceria com a XPRIZE Foundation para que a competição fosse realizada na Amazônia brasileira, no segundo semestre de 2024.

Foto: Secom/Roberto Santos

Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, proteger a Amazônia e as pessoas que vivem nela depende da nossa capacidade de entender e proteger a nossa sociobiodiversidade, por isso a importância da iniciativa, que reúne grandes cientistas de todo o mundo e trará resultados diretos para o Estado, que detém a maior floresta tropical do mundo.

“A gente está muito feliz porque é uma concorrência muito grande para levar essa final para países que têm biodiversidade e o governador Wilson Lima tem aproveitado todos os espaços que ele participa para divulgar o esforço que o Amazonas tem feito para conservar a floresta em pé, ao mesmo tempo em que reduz a pobreza. Obviamente isso tem chamado a atenção de vários parceiros, de vários iniciativas como a própria EXPRIZE, pra conhecer melhor essas estratégias e pra colocar o Amazonas também para encontrar essas soluções”, ressaltou

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *