DestaqueEstiagem 2023

Wilson Lima coordena repasse de ajuda humanitária no Alto Solimões e destaca entrega de 860 toneladas de alimentos no estado

Famílias de Benjamin Constant, Atalaia do Norte e Tabatinga receberam apoio de costas básicas, água potável e estruturas de tratamento de água

Fotos: Alex Pazuello/Secom

O governador Wilson Lima coordenou, nesta sexta-feira (27/10), a entrega de ajuda humanitária a famílias dos municípios de Atalaia do Norte; Benjamim Constant e Tabatinga (a 1.136, a 1.118 e 1.105 quilômetros de Manaus, respectivamente), na região do Alto Solimões. Ao todo, o Governo do Estado alcançou a marca de 860 toneladas de alimentos não-perecíveis repassados aos municípios afetados pela estiagem.

“Hoje estamos completando a entrega de mais de 800 toneladas de alimentos. Tudo isso foi possível com ajuda das prefeituras, das Forças Armadas, como Exército, Marinha e Aeronáutica, que também nos têm dado apoio para essa logística. Temos algo em torno de 50 mil cestas básicas sendo entregues para ajudar quem mais precisa nesse momento mais difícil”, ressaltou o governador.

Na região do Alto Solimões, foram entregues 12 mil cestas básicas, correspondente a 200 toneladas de alimentos, para atender famílias dos municípios de Amaturá; Atalaia do Norte; Santo Antônio do Içá; São Paulo de Olivença; Tonantins; Benjamin Constant e Tabatinga. As cidades de Tabatinga e Atalaia do Norte receberam duas mil cestas básicas cada. 

Em Benjamin Constant, Wilson Lima fez a entrega de 350 cestas básicas e água potável para as comunidades de São João de Veneza; Lauro Sodré; Guanabara I, II e III; São Pedro de Veneza, beneficiando mais de 300 famílias. 

“Essa ajuda humanitária que veio de navio da Marinha e por meio do modal aéreo, com o apoio da Força Aérea Brasileira, trouxe em torno de 200 toneladas de alimentos e água para os sete municípios que compõem a calha do alto solimões”, destacou o secretário da Defesa Civil do Estado, coronel Francisco Máximo.

Em Benjamin Constant também foram entregues kits do programa Merenda em Casa para alunos que tiveram as atividades escolares suspensas devido à estiagem.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *