DestaqueEsporte

Professor de judô transmite sabedoria e disciplina a atletas do projeto Campeões da Vila

   David Azevedo, há 35 anos, dedica sua vida a ensinar judô e os valores fundamentais para crianças e adolescentes

No Dia Mundial do Professor, comemorado dia 5 de outubro, o destaque é o trabalho inspirador do professor de judô David Azevedo, que tem colaborado na formação de jovens atletas e cidadãos. Com 57 anos, o sensei, título de honra japonês para aqueles que ensinam, é professor na escolinha de judô do projeto Campeões da Vila, coordenado pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel).

“A maior satisfação para mim como professor é ensinar o esporte que amo e transmitir o saber. E, fazer parte do projeto Campeões da Vila, que tem contribuído para a formação de futuros campeões, é uma grande alegria”, disse o sensei David Azevedo.

Apaixonado pela modalidade, o sensei começou sua jornada no judô aos 7 anos de idade e hoje ostenta o título de kôdansha faixa vermelha e branca, uma alta graduação específica da modalidade. Com 35 anos de carreira, David Azevedo atualmente administra aulas para 162 crianças e jovens na Vila Olímpica de Manaus, ensinando os fundamentos do judô e valores fundamentais como disciplina, respeito e trabalho em equipe.

“O Governo do Estado tem realizado um trabalho minucioso de mapear profissionais especialistas em diferentes modalidades. O sensei David Azevedo é um exemplo desse trabalho que resulta em um grande progresso ao esporte amazonense”, afirmou Lucas Canavarro, coordenador do projeto Campeões da Vila.

Elisangela Dutra, dona de casa e mãe de dois alunos de judô, Kaueh de 5 anos e Kauan de 8 anos, ressalta a evolução de seus filhos. “Desde quando eles começaram, há quase um ano, eles desenvolveram muito, passaram a ter mais disciplina. Agradeço ao governador por disponibilizar esse esporte e parabenizo o professor David pela qualificação e disposição com nossos filhos”, disse.

O projeto Campeões da Vila é uma iniciativa que oferece aulas gratuitas em dez modalidades, incluindo judô, futsal, basquete, handebol, tênis de mesa, ginástica rítmica e artística, atletismo, xadrez e natação. Atualmente, mais de 1.400 crianças e adolescentes estão matriculados no projeto que é integrado ao Programa Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci), coordenado pela Sedel.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *