DestaqueEsporte

Atletas de base do futevôlei amazonense sonham em se profissionalizar no esporte

 Lançado pelo Governo do Amazonas, Projeto conta com 10 núcleos em Manaus

O esporte se multiplicou na capital através da iniciativa do Pelci – FOTO: Mauro Neto/Sedel

Se para muitos jovens o sonho é ser jogador de futebol, para Evelyn Rayssa e Hagatha Ester o maior sonho é ser jogadoras de futevôlei profissional. As atletas fazem parte Projeto Mais Futevôlei nos Bairros, no núcleo do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, o Projeto coordenado pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), conta com 10 núcleos, proporcionando aulas gratuitas de futevôlei em Manaus.

“Por determinação do governador Wilson Lima estamos desenvolvendo atividades que fortalecem diretamente a projeção de novos atletas, da base para o alto rendimento. Com o projeto Mais Futevôlei nos Bairros conseguimos avaliar e trabalhar de forma positiva o esporte e o lazer de jovens e crianças nas comunidades”, comentou o secretário da Sedel, Jorge Oliveira.

Evelyn Rayssa, de 16 anos de idade, pratica a modalidade há quatro anos, a jovem encontrou no futevôlei a paixão pelo esporte e desde então tem se dedicado aos treinos e já projeta competições no cenário nacional.

“Me identifiquei com o futevôlei porque é bem parecido com o futebol. Comecei a treinar, me aperfeiçoar e hoje já penso em ser uma atleta profissional, viajar e participar de campeonatos nacionais”, comentou Evelyn Rayssa, que também já praticou jiu-jitsu, natação e futebol.

Para Hagatha Ester, 13 anos, o apoio da família para a prática esportiva é fundamental. A atleta não esconde a admiração que tem pela sua inspiração, a campeã amazonense e treinadora do Mais Futevôlei, Nila Cristina. “Me inspiro na professora Nila, porque ela joga demais, vejo ela nas competições fora de Manaus e sei que um dia posso chegar lá”, disse a aluna.

O Projeto do Governo do Amazonas lançado em 2022 conta com professores qualificados na modalidade. Nila Cristina, bicampeã amazonense de futevôlei faz parte do quadro de treinadoras do Mais Futevôlei nos Bairros.



“Fico muito feliz com o crescimento da Hagatha e da Evelyn, podemos dizer que elas já são o futuro do futevôlei. Jovens que treinam todos dias, são esforçadas e com certeza em breve estarão representando o Amazonas em grandes competições”, ressaltou Nila Cristina, 1º lugar no TAFC, em São Paulo, 2021, e medalha de bronze no Open Nacional, de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *