DestaquePolítica

Caio André ouve demandas de moradores dos bairros Crespo, Betânia e São lazaro em audiência pública

Presidente da CMM solicitou que sejam destinadas unidades habitacionais do Estado às famílias dos três bairros

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (Podemos), recebeu na tarde desta segunda-feira (21/08), moradores dos bairros Crespo, Betânia e São Lázaro, que lotaram o plenário Adriano Jorge, para uma audiência onde puderam expor as principais demandas e necessidades das comunidades.

Dentre os assuntos debatidos, a questão de infraestrutura foi a mais citada pelos moradores, que levaram a tribuna a discussão sobre a desapropriação do igarapé do Crespo.

O presidente Caio André, propositor da audiência, destacou os principais problemas que os moradores reivindicam. Para ele, o maior objetivo de trazer a população até o parlamento é ouvir e buscar mais dignidade a esses munícipes.

“O grande problema enfrentado pelos moradores é a questão do entupimento do igarapé que corta os três bairros, além da indenização que a Prefeitura tem proposto, até o momento, para que eles saiam daquela área. Nós fizemos alguns encaminhamentos, entre eles está o pedido de desentupimento dos bueiros em todo o trajeto”, disse Caio André.

Compuseram a mesa o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb), Marcellus Campêlo; Alessandro Rodrigues, da Unidade Executora de Projetos (UEP) da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf); além do presidente da Associação de Moradores da Betânia, Antônio Batista; o líder comunitário do São Lázaro, Leonardo Alves; e Carlos Alberto Simões, da Comissão de Moradores dos três bairros representados.

De acordo com o presidente da CMM, o secretário Marcellus informou que haverá mais de 380 unidades habitacionais naquela região.



“Solicitamos à Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) que possa destinar as moradias a essas famílias” pontuou Caio André.

“Há uma barragem em relação ao curso da água que, segundo os moradores, foi feita por uma empresa, e ela traz também problemas à população. Solicitamos a fiscalização no local. O que queremos, como representantes da população, é que seja levada dignidade para essas famílias que, ano após ano, a cada período de chuva, vêm sofrendo de alagamentos, doenças, perdas materiais e até a vida” completou.

Para Antônio Batista, presidente da Associação de Moradores da Betânia, a audiência foi o momento propício para reivindicar as demandas do bairro.

“Acredito que este seja o lugar mais apropriado para trazermos nossos questionamentos, afinal, aqui é a Casa do Povo. Aqui é que se vota o orçamento da cidade, as leis, as diretrizes e onde estão os nossos representantes e é aqui onde estamos requerendo os nossos direitos”, comentou.

Câmara Cidadã – O presidente Caio André lembrou, ainda, que a audiência desta segunda-feira foi idealizada a partir do projeto Câmara Cidadã, que aconteceu nos dias 30 e 31 de março, no Centro Cultural Povos da Amazonia, e durante a Tribuna Popular, ouviu os moradores dessa localidade.

“Vamos levar esses encaminhamentos aos órgãos competentes”, concluiu Caio André.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *