AmazonasDestaque

Governo do Amazonas busca apoio do Ministério das Cidades para o saneamento básico no interior 

O objetivo é inserir os projetos no programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 

Fotos: Divulgação/ Sedubr

O secretário de estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Marcellus Campêlo, reuniu-se nesta terça-feira (24/10), em Brasília, com o secretário de Saneamento Básico do Ministério das Cidades, Leonardo Picciani. Na pauta, a apresentação do projeto Universaliza Amazonas, que está sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb), com o propósito de levar água, esgoto, drenagem urbana e erradicar lixões no interior. 

Marcellus Campêlo também apresentou o trabalho que já vem sendo feito pelo estado, com articulação de financimento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para contribuir com a universalização do saneamento. Um exemplo é o Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), na capital, e o Programa de Saneamento Integrado do Interior (Prosai), que já foi concluído em Maués e vai iniciar em Parintins. Ele solicitou recursos para projetos que ainda não possuem financiamento garantido. 

“Pedimos apoio para saneamento, principalmente para o interior do Estado. Especialmente, água para comunidade rurais e erradicação dos lixões do interior”, declarou o secretário, que estava acompanhado na reunião pelo deputado federal Fausto Jr. e pela secretária executiva da Sedurb, Daniella Jaime. 

O representante do Ministério das Cidades orientou que todos os projetos sejam inscritos pela Sedurb no PAC do Governo Federal. “A orientação do presidente Lula e do ministro Jader Barbalho é perseguir as metas de universalização do saneamento. Não é possível que a gente ainda tenha milhões de brasileiros convivendo sem água tratada, sem o seu esgoto adequadamente cuidado, o lixo da cidade sem tratamento adequado. Então, para nós, é uma satisfação receber representantes do Governo do Amazonas e o deputado Fausto, preocupados com esse tema e apresentando projetos e soluções reais para atender à população. Contem conosco nessa missão e nessa caminhada”, disse Leonardo Picciani.   

Segundo Daniella Jaime, a Sedurb está com projetos para, pelo menos, 23 municípios do interior. “Para alguns, já temos projetos básicos e executivos, outros temos diagnóstico e em alguns estamos trabalhando na concepção”, disse. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *