DestaqueEsporte

Atleta de powerlifting coloca o Amazonas em destaque nacional no esporte

Karen Peixoto é Campeã Brasileira e do Arnold South America na categoria bíceps livres­

FOTOS: Julcemar Alves/Sedel

O powerlifting é um esporte de força cujo objetivo é levantar o maior peso possível. Nos últimos anos, o esporte tem passado por constante evolução. No Amazonas, um dos destaques nessa modalidade é Karen Peixoto, de 43 anos, que compete na categoria Power Bíceps Livre, até 90kg. Ela conta com o patrocínio do Governo do Amazonas, por meio do Bolsa Esporte Estadual 2023 para alcançar seus planos.

“O Governo do Amazonas tem investido no nosso esporte, o que tem sido fundamental para que modalidades e atletas possam evoluir e se destacarem. O powerlifting está em ascensão no nosso estado, e continuaremos apoiando para que o esporte cresça ainda mais”, disse o secretário de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), Jorge Oliveira.

Karen descobriu o esporte por meio de seu personal trainer, como uma maneira de ganhar massa muscular. Com menos de um ano competindo, em 2022, conquistou o primeiro lugar no Campeonato Brasileiro de Esportes de Força e em 2023 foi campeã mundial no Arnold South America, ambos na categoria bíceps livres.

“O esporte se tornou uma paixão na minha vida. Conheci o powerlifting durante meus treinos diários na academia e me apaixonei. É um esporte no qual precisamos superar limites, especialmente para nós mulheres. Esportes de força geralmente são direcionados para homens, mas cada vez mais estamos nos destacando”, falou Karen.

Nos próximos meses, a atleta passará por uma intensa preparação. Karen buscará levar o nome do Amazonas para competições nacionais e internacionais, ela disputará novamente o evento Arnold South America em São Paulo e o Mundial de Esportes de Força, ambos em 2024. A amazonense destacou o apoio do Governo em sua preparação.

“É muito gratificante para um atleta ter esse reconhecimento do Governo do Amazonas. Isso mostra que estamos sendo valorizados, incentiva-nos a continuar treinando com mais afinco. Isso permite que os atletas levem o nome do estado para outros estados e países, demonstrando nossa competência e dedicação”, exaltou a atleta.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *