CidadeDestaque

Wilson Lima apresenta balanço de ações contra queimadas, com quase 2 mil incêndios combatidos

O governador também vistoriou a base do Corpo de Bombeiros em Iranduba e uma área da mata onde a tropa havia controlado focos de queimadas

Fotos: Diego Peres/ Secom

O governador Wilson Lima apresentou, nesta segunda-feira (9/10), um balanço dos trabalhos de  combate às queimadas no estado, que já chegam a quase 2 mil incêndios combatidos pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e equipes de apoio. Ele vistoriou a atuação da tropa em uma área de mata no distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), onde focos de queimadas foram controlados.

Durante visita à unidade do Corpo de Bombeiros no município, Wilson Lima agradeceu o empenho dos militares no combate às queimadas. A base foi inaugurada em 2022 e está localizada no quilômetro 8 da rodovia AM-070.

Entre 12 de julho e 8 de outubro, quase 2 mil incêndios já foram combatidos no estado, sendo 631 na capital e 1.345 no interior. Além disso, de janeiro até este início de outubro, já são 16.219 focos de calor detectados, sendo 55,8% (9.126) no sul do Amazonas e 12,6% (2.032) na região metropolitana de Manaus.

“Nós já combatemos 1.976 focos de incêndio, eles aumentam significativamente no fim de semana. Só para vocês terem ideia, ontem (domingo, 8/10), foram 97 focos de incêndio combatidos. A gente já conseguiu dar uma resposta muito significativa nessa região, principalmente ali no Cacau Pirêra, que era um local que era preocupação nossa”, afirmou o governador Wilson Lima.

A atuação dos bombeiros é reforçada por agentes federais. O Governo do Amazonas recebeu, no dia 2 de outubro, o apoio de 23 agentes do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama). Esses agentes já estão atuando com suporte no combate ao incêndio do Distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba.

O governador reforçou, ainda, que o Governo do Amazonas tem atuado com rigor no combate às queimadas ilegais. Até o início deste mês, já foram aplicadas multas que, somadas, ultrapassam R$ 17 milhões, segundo o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).



Wilson Lima se reuniu também, em Iranduba, com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, coronel Orleiso Muniz, e os secretários de Estado de Meio Ambiente, Eduardo Taveira, e de Segurança Pública, coronel Vinicius Almeida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *