Polícia

VEJA VÍDEO: vigilante é balead0 por PM durante briga de trânsito

Policial, que estava de folga e à paisana, foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal após uma briga de trânsito

Belo Horizonte – Um vigilante e um cabo da policial militar à paisana se envolveram em uma briga de trânsito no início da tarde de sábado (30), na Orla da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, e a confusão por pouco não terminou em morte.

LEIA TAMBÉM:

Os dois homens, Bruno Adão Gomes da Silva, 35, e o cabo da PM, Aldir Gonçalves Ramos, chegaram a trocar socos e no meio da briga o militar sacou a arma.

A esposa de Bruno contou que o marido levou um tiro no rosto, perdeu o olho esquerdo, passou por uma cirurgia que durou dez horas e ainda pode ter sequelas neurológicas porque a bala atingiu o cérebro.

Pessoas que estavam no local contam que o Bruno para se defender arrancou a arma da mão do cabo da PM e a jogou para longe. Depois de desarmar o policial militar, o vigilante teria saído correndo para pedir ajuda a guardas municipais que estavam de serviço no local.

Aos gritos, ele se aproximou dizendo: “Socorro! Ele vai me matar, me ajudem! Logo em seguida o cabo da PM efetuou o disparto contra o rosto do motorista de aplicativo.



A briga entre o vigilante e o policial militar ocorreu na Avenida Otacílio Negrão de Lima, altura do número 3.450, no Bairro Bandeirantes, próximo a Praça Nova, por volta das 13h30. Bruno conduzia um Sandero e o policial estava em uma moto vermelha e os dois já vinham discutindo desde próximo a Toca.

Em meio a discussão, o PM desceu da moto e com uma pedra na mão socou o vidro traseiro do Sandero de Bruno. Nervoso, o motorista de aplicativo saiu do carro e foi para cima do policial militar. Os dois chegaram a cair no chão e foi nesse momento que o policial sacou a arma. Por se tratar de um dos principais pontos turísticos da capital da mineira, várias pessoas estavam na orla da lagoa e assistiram toda a confusão.

Em princípio chegaram a pensar que era uma tentativa de roubo. A Polícia Miltiar foi chamada ao local e também o Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. A Orla ficou tomada de viaturas e o local foi isolado.

De acordo com a PM, o vigilante foi socorrido consciente para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS). Já o policial militar foi detido

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *