DestaqueSaúde

Policlínica Codajás realiza oficina de brinquedos inclusivos para pais e cuidadores de crianças do Centro Especializado em Reabilitação Tipo IV

Atualmente, o CER IV na modalidade intelectual atende cerca de 300 crianças na unidade, acompanhadas de seus familiares

Foto: Islânia Lima / SES-AM

A Policlínica Codajás, unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), por meio do Centro Especializado em Reabilitação Tipo IV (CER IV), na modalidade intelectual, realizou durante toda a manhã desta quinta-feira (31/08), a “Oficina de Brinquedos Inclusivos”, para pais e cuidadores de crianças em atendimento na unidade de saúde. 

O evento contou com os ensinamentos da convidada assistente social, Alcilene Maciel, que possui formação ainda em pedagogia, com especialização em psicopedagogia da educação inclusiva e a participação dos profissionais que atuam diretamente com as crianças, como psicólogos e fonoaudiólogos. 

Inicialmente a assistente social conversou com os responsáveis sobre a importância da estimulação por meio dos brinquedos. Em seguida a aula prática aconteceu em grupos formados por cinco pessoas, onde foram disponibilizados materiais, para que cada participante tivesse a oportunidade de confeccionar o próprio brinquedo para a criança. 

A dona de casa, Juciana Maciel, de 35 anos, participou da oficina pela primeira vez e contou que os ensinamentos dados são de suma importância emocional e financeira para a família. 

“Esse evento de hoje abriu para mim vários horizontes sobre o que posso trabalhar em casa com a minha criança. O que o mercado oferece hoje de brinquedos é um valor inacessível para nós, pais. Esses materiais que utilizamos aqui para fazer brinquedos são objetos que descartamos todos os dias, mas que podemos fazer de aprendizado para eles”, declarou. 

Durante a aula, os profissionais entregam aos pais e cuidadores, materiais como: formas vazias de ovos, fitas, tampas de garrafas pets, palitos de picolé, caixas de papelão e entre outros. Atualmente o CER IV na modalidade intelectual atende na unidade cerca de 300 crianças, acompanhadas de seus familiares. 



O coordenador do modo intelectual do CER IV, psicólogo Davi Cunha, explicou que a oficina é uma oportunidade de qualificar e aproximar os pais e cuidadores de crianças com Transtorno de Espectro Autista (TEA), crianças com Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e Pessoa Com Deficiência (PCD´s). 

“Nosso maior objetivo é perceber a valorização do ato de brincar, como fonte de desenvolvimento humano e estimular os pais e cuidadores a serem criativos na construção de brinquedos de baixo custo. Assim conseguimos estimular eles de várias formas na percepção do mundo”, garantiu o especialista. 

SOBRE O CER IV 

Reinaugurado em 2022, com espaço mais amplo, o CER atende atualmente centenas de pacientes nos módulos físico, visual, auditivo e intelectual. Com uma equipe multidisciplinar formada por fonoaudiólogos, psicólogos, oftalmologista, fisioterapeutas, otorrinolaringologista, educador físico e entre outros. 

O diretor-geral da Policlínica Codajás, o fisioterapeuta Ráiner Figueiredo, explica que os atendimentos são realizados diariamente na unidade. “Essas famílias chegam até nós por meio do sistema de regulação e prestamos toda escuta, para entender cada caso e assim dar a elas o melhor atendimento, com toda nossa equipe. O CER é um grande centro dentro da nossa unidade, que atua com humanidade e muito profissionalismo”, finalizou. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *