CidadeDestaque

Associação Brasileira de Blogs e Portais realiza reunião extraordinária para combater a censura e perseguição política no jornalismo

A convocação ordinária dos 87 associados para essa reunião estratégica proporcionará a definição do posicionamento da associação no Estado, através de votação democrática.

Nesta quinta-feira (27), a Associação Brasileira de Blogs e Portais (ABRABP) realizará uma importante reunião geral com os 87 portais de notícias associados no Amazonas. O encontro tem como objetivo definir diretrizes e ações para o segundo semestre de 2023, com ênfase em unir os canais de comunicação do Brasil para enfrentar a perseguição política e as tentativas de difamação que constantemente afetam o trabalho jornalístico e a divulgação de informações relevantes à sociedade.

A presidente da ABRABP, Cileide Moussallem, juntamente com o vice-presidente Elcimar Freitas e os diretores Tenente Adiel, Thiago Botelho, Francisco Júnior e Fábio Costa, estarão à frente desse movimento que visa garantir a integridade do trabalho jornalístico e a proteção da liberdade de expressão no país. O momento é crucial para fortalecer os veículos de comunicação que têm sido alvo de censura e repreensão em suas atividades cotidianas.

A convocação ordinária dos 87 associados para essa reunião estratégica proporcionará a definição do posicionamento da associação no Estado, através de votação democrática. A ABRABP repudia veementemente qualquer forma de censura à liberdade de expressão, à livre manifestação de pensamento e opinião, independentemente do assunto em questão.

Nesse sentido, a Associação reforça que o papel da imprensa é essencial na divulgação de informações confiáveis e relevantes para o exercício da cidadania, visando informar a população sobre os feitos das políticas públicas e acontecimentos relevantes em geral. A ABRABP enfatiza a importância de seguir os princípios fundamentais e preceitos legais que norteiam o jornalismo, repudiando veementemente qualquer método anti profissional que viole esses preceitos e comprometa a integridade do trabalho dos jornalistas.

É importante ressaltar que a Constituição Federal brasileira, em seu Artigo 220, garante que a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo, não devem sofrer qualquer restrição, assegurando assim a plena liberdade de informação jornalística em todos os veículos de comunicação social. Além disso, a legislação proíbe toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

A reunião da ABRABP no Amazonas marca um importante passo na luta contra a censura e em defesa da liberdade de imprensa no Brasil. A união dos 87 portais de notícias associados visa fortalecer o jornalismo independente e garantir que a sociedade tenha acesso a informações essenciais para o seu pleno exercício da cidadania. A expectativa é que, com a articulação conjunta dos associados, possam ser estabelecidas medidas efetivas para enfrentar os desafios e as ameaças que rondam a imprensa brasileira, reafirmando o compromisso com a verdade, a ética e a democracia.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *