DestaqueNacional

VEJA VÍDEO: Paciente é agredida por esposa de médico em exame ginecológico

Uma consulta ginecológica virou caso de polícia após a paciente Amanda Oliveira denunciar ter sido agredida pela esposa do médico que a atendia, na última segunda-feira (30).

As cenas foram registradas em vídeo no celular da vítima, que estava na clínica LP Saúde, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

LEIA TAMBÉM:

Amanda contou ao portal G1 que havia ido ao local para fazer uma ultrassonografia vaginal com o médico Flávio Paes, com quem já havia se consultado uma vez.

De acordo com ela, a primeira consulta foi “supertranquila”, com a presença da auxiliar dele, que “estava lá a todo momento”.

No segundo exame, que teria de ser repetido 15 dias depois, não estavam apenas o médico e a auxiliar, mas também a esposa do profissional de saúde, Mariana Paes, que se dizia médica.

O início das agressões teriam ocorrido porque a clínica não disponibiliza bata para pacientes vestirem durante o procedimento.



– Quando eu estava tirando minha calça, ela já estava me constrangendo. Ela falou que era para eu ir de saia, que eu não tinha modos. Ela me deu um jaleco, porque lá não tem bata, [dizendo que era] “para me preservar” – declarou.

Amanda relata que, constrangida com as falas da mulher, pediu para que ela se retirasse do consultório, mas Mariana não atendeu ao pedido.

– Quando ele foi colocar o transdutor dentro de mim, ela puxou com toda força do mundo, sem consentimento. Foi aí que eu comecei a filmar, pelo fato de ela ter tocado em mim. (…) Me senti muito mal, muito constrangida. Fiquei muito nervosa, porque eu cheguei e fiz o que tinha que ser feito. Não tirei graça com ninguém, não me dirigi a ele. Só dei boa tarde, mostrei o comprovante que eu paguei e nada mais que isso. Até então, para mim, ela era uma médica qualquer – completou.

Nas imagens, que circulam nas redes sociais, é possível ver a suposta médica puxar os cabelos da paciente e mandá-la sair do consultório, enquanto a paciente chora copiosamente.

VÍDEO MOMENTO DA AGRESSÃO:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *