DestaqueNacional

Fux manda abrir inquérito contra Nikolas, que chamou Lula de ladrão

Brasil – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou abertura de inquérito contra o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) por ele ter chamado o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “ladrão”.

O magistrado deu ainda prazo de 60 dias para a Polícia Federal realizar diligências.

O Ministério da Justiça defendeu que fosse aberto o inquérito por suposto crime de injúria contra o presidente. “Como bem destacou a d. Procuradoria-Geral da República, o Supremo Tribunal Federal já decidiu que a imunidade parlamentar material não poderá ser invocada quando houver superação dos limites do debate político para as ofensas, injúrias e difamações de cunho aviltantes e exclusivamente pessoais”, considerou Fux.

O caso trata do discurso em evento da ONU em que Nikolas chamou Lula de “ladrão”. Na ocasião, em fala na Cúpula Transatlântica, agenda promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), em novembro de 2023, o deputado se referiu ao presidente como “um ladrão que deveria estar na prisão”.

Com informções Metrópoles –

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *