DestaqueNacional

Pânico em Sala de Aula: vídeo mostra momento em que alunos entram em desespero com at1rador; veja

Brasil – Um vídeo recentemente divulgado captura o momento angustiante em que estudantes entraram em pânico quando um atirador invadiu uma sala de aula na Escola Estadual Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (23).

LEIA TAMBÉM:

O ataque chocante resultou na morte de uma aluna de 17 anos, que foi baleada na cabeça, e deixou outras duas vítimas feridas.

Além disso, um quarto estudante se machucou ao tentar fugir da cena. As autoridades já detiveram um suspeito, um adolescente de 16 anos que, segundo testemunhas, era alvo de bullying por colegas da escola.

O vídeo, que rapidamente se tornou viral nas redes sociais, revela o desespero e o caos que se desenrolaram quando o atirador entrou na sala de aula.

Alunos se esforçaram para encontrar refúgio e se proteger enquanto a tragédia se desenrolava diante de seus olhos.

As motivações por trás do ataque ainda não foram oficialmente divulgadas pelas autoridades, mas amigos do atirador, identificado como “Luluzinho” nas redes sociais, relatam um histórico de comportamento controverso e polêmico.



O jovem era conhecido por fazer apologia a ideologias extremistas em uma plataforma de bate-papo chamada Discord.

Além disso, informações sugerem que ele também fazia parte da comunidade LGBTQ+ e recentemente enfrentou a perda trágica de sua melhor amiga, que cometeu suicídio.

Um aspecto crítico que emerge dessa história é o possível sofrimento de Luluzinho devido ao bullying que teria sofrido por parte de colegas da escola. Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o jovem sendo vítima de agressões, lançando uma luz sobre o ambiente hostil que ele enfrentou durante sua vida escolar.

O ataque devastador também feriu outras duas vítimas que foram atingidas no tórax e na clavícula.

Um quarto estudante, enquanto tentava fugir do local, sofreu ferimentos.

Todos os feridos foram imediatamente encaminhados para o pronto-socorro do Hospital Geral de Sapopemba, embora ainda não tenham sido divulgadas informações detalhadas sobre o estado de saúde deles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *