Polícia

URGENTE! m0rre criança agredid4 pelo ‘tio’ em Manaus

Everton Gabriel, 2, passou por uma neurocirurgia e estava internado em estado gravíssimo

Manaus –  Faleceu na manhã desta terça-feira (10), o menino Everton Gabriel da Silva, 2. A criança teria sido espancada pelo ‘tio’ Patrick Macedo Bastos, 23, que alegou a polícia que a causa das agressões e tortura sofridas pela criança teria ocorrido pelo fato dele ter feito necessidades fisiológicas no chão da casa em que morava. Patrick foi preso nesta segunda-feira (9).

LEIA TAMBÉM:

De acordo com a delegada Joyce coelho, Titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), o homem compareceu à delegacia acompanhado de dois advogados. Ele alegou que chegou do trabalho e a mulher relatou que a criança tinha feito cocô no chão da sala, o homem agrediu o menino no intuito de aplicar um ‘corretivo’. Ele alegou ainda que a tia também espancava a criança.

Inicialmente, quando o ‘tio’ se apresentou na Depca, ele disse que a tia era a responsável pelas agressões e que quando ele chegou do trabalho no dia 4 de outubro, o menino já estava desmaiado e foi os familiares dele que ajudaram a levar o menino para o hospital.

A criança deu entrada no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, bairro Jorge Teixeira, zona leste, junto com a tia, e na ocasião, a polícia foi acionada. A mulher foi levada até a Depca para prestar esclarecimentos, e lá contou que a criança ficava sob a tutela dela e de Patrick, devido a mãe do menino ser ausente. A criança estava há três meses com os tios, mas antes disso já tinha passado por outros familiares e nenhum se responsabilizou em cuidar do menino.

Em depoimento, a tia atribuiu a culpa do ocorrido ao seu companheiro, mas confessou que também teria agredido a criança em outras ocasiões.



Em razão das agressões, a criança começou a ter febre, no dia seguinte não se alimentou, pois estava com ferimentos na região interna da boca, e convulsionou no início da noite do dia 5 de outubro, ocasião em que a mulher a levou ao HPS Plantão Araújo.

A polícia informou que a mãe abandonou a criança, mas agora apareceu e é a única que está no hospital Joaõzinho recebendo os boletins médicos. Porém, a mulher também vai ser ouvida em um momento oportuno para ser responsabilizadas.

De acordo com a delegada, foi feito um pedido de prisão temporária de 30 dias para a tia e o tio da criança. Porém, a justiça não concedeu o pedido em nome da tia porque não achou procedente. A tia sumiu e não é encontrada em nenhum endereço.

A titular da Depca disse que o tio já tem passagens por tráfico de drogas, associação ao crime e porte ilegal de arma. Para a polícia está claro que tanto a tia como o tio agrediram essa criança, mas as diligências vão continuar para delimitar as responsabilidades de cada um e investigar se outros familiares agrediram esse menino.

Everton Gabriel passou por uma neurocirurgia e estava internado em estado gravíssimo no Hospital e Pronto-Socorro da Criança, bairro São José I, zona leste de Manaus, onde faleceu nesta terça-feira (10).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *