DestaquePolítica

CMM recebe auditoria externa para recertificação de ISOs 9001 e 14001

CMM é uma das cinco câmaras municipais do Brasil a deter as duas certificações

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) recebe, durante esta semana, uma auditoria externa com foco na renovação das certificações ISOs 9001 e 14001, que tratam sobre gestão da qualidade e de gestão ambiental no órgão. A avaliação, que iniciou nesta segunda-feira (25/09), vai percorrer departamentos da Casa para verificar os procedimentos adotados em cada setor.

A auditoria é realizada pela Rina Brasil, organismo de certificação internacional que atua em serviços de classificação, certificação, inspeção e testes. Setores como as diretorias de Tecnologia e Informação, Comunicação, Engenharia, Legislativa, Ouvidoria, Escola do Legislativo, entre outros departamentos serão auditados até o dia 29 de setembro.

De acordo com a coordenadora de Planejamento Estratégico da CMM, Camila Bertolini, a Casa é uma das cinco câmaras municipais de todo o País a ser detentora das duas certificações. Segundo ela, os selos internacionais mostram à população o comprometimento da Câmara Municipal com os procedimentos internos.

“Nós já temos essa certificação, que é muito difícil de ser alcançada. Nós queremos manter o selo porque ele é uma comprovação para a população de que estamos com maturidade de gestão processual, e que nós também temos comprometimento socioambiental, que fazemos tudo em prol do meio ambiente”, destacou a coordenadora ao citar o uso de energia solar e reciclagem de resíduos sólidos como as principais medidas dentro da ISSO 14001.

Certificação – A validação das ISOs é renovada a cada três anos a partir de uma auditoria externa. No caso da CMM, a primeira certificação ocorreu em 2015 pela ISO 9001, que trata sobre gestão de processos. No ano seguinte, a Casa Legislativa passou a ser validada pela ISO 14001 com a implementação de ações socioambientais.

Uma reunião no salão Zany dos Reis marcou a abertura dos trabalhos nesta segunda-feira. O encontro reuniu agentes setoriais, auditores internos e servidores da Câmara Municipal, que receberam instruções sobre como funcionará a avaliação.



O auditor externo da Rina Brasil, José Brito, deu detalhes sobre o processo afirmando que a expectativa é avaliar os procedimentos da CMM de forma imparcial.

“O grande objetivo é ver o quanto o Sistema de Gestão Integrada 9001, que é a qualidade, e o 14001, sobre meio ambiente, estão funcionando, e se a Câmara merece ou não manter o seu certificado, no caso a recertificação. Pelo histórico que temos visto nos últimos anos, acreditamos que terá êxito, mas só saberemos ao final da auditoria”, disse o auditor.

Ao final dos trabalhos, na sexta-feira, um relatório sobre a avaliação nos setores da Casa será formulado. Após o documento, a auditoria externa tem prazo de 15 dias para apresentar um resultado sobre as certificações.

Fotos: Emerson França – Dicom/CMM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *