Polícia

Morto em confronto com a PM, pistoleiro participou de três execuções em Manaus

Um das execuções foi a de um motorista que se recusou a baixar o vidro do carro no bairro da União

Wanderson Figueiredo Ferreira, 23, mais conhecido como “Patinho”, pistoleiro de uma facção criminosa, morreu, na manhã desta quinta-feira (27), durante uma troca de tiros com policiais no bairro Nova Floresta, zona leste de Manaus. “Patinho” é suspeito na morte de Washington Souza dentro de um carro no bairro da União, no dia 30 de abril deste ano, após a vítima se recusar a baixar o vidro do veículo.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), realizaram uma operação nesta quinta-feira para prender “Patinho” e a mulher dele, Keyla Cristina Braga da Silva, 21, suspeitos de participarem de pelo menos três mortes.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da DEHS, o pistoleiro tinha uma arma de fogo e reagiu a prisão trocando tiros com os policias que se defenderam. A mulher do homem foi presa.

“Keyla é companheira do pistoleiro Patinho que é uma pessoa muita conhecida no crime. Ele faz parte de uma facção que atua no bairro da união e tem participação na morte de Washington e na tentativa de homicídio de Adriele [namorada da vítima] que eram duas pessoas inocentes sendo alvejadas quando estavam passando bairro da União. Washington morreu na hora com um tiro no pescoço e a sua namorada sobreviveu. Essa ação que gerou muita comoção teve diversas operação no bairro da União o que fez com que os integrantes desse grupo saíssem do local. Recebemos a denuncia que eles estavam escondidas no bairro do Nova Floresta. Conseguimos prender a Keyla, no entanto, o Patinho trocou tiros com a policia e os policiais reagiram. Ele foi socorrido, mas não sobreviveu. Nenhum policial ficou ferido”, explicou o delegado.

Ainda segunda polícia, Washington e Adriele voltavam de uma festa em um carro quando a mulher decidiu dormir na casa do namorado. Então, o homem fez o retorno com o veículo e segui em direção ao bairro da União.

Suspeitos armados acreditaram que se tratava de uma ataque de um grupo rival e pediram para eles baixarem o vidro do carro, como não atenderam a ordem, os homens desferiram os disparos de arma de fogo contra as vítimas.



O delegado informou que Patinho tinha três mandados aberto em seu nome na DEHS. Outro crime que ele teve envolvimento foi na morte de Paloma no dia 30 de janeiro dentro de uma casa no bairro Parque 10. A vítima morreu no lugar da irmã que tinha envolvimento no tráfico de drogas.

A terceira morte que o pistoleiro da facção participou foi a de Paulo Júnior que tinha se envolvido amorosamente como a namorada de um traficante e teve sua morte decretada. O corpo do homem foi encontrado no bairro da União.

PROCURADOS


Alisson Vieira da Silva, conhecido como “Chico”, e “Yuri, estão sendo procurados por envolvimento na morte de Washington Bruno Pereira de Souza, 34, e na tentativa de homicídio de Adriele, 21, quando o casal se recusou a baixar o vidro de um carro, no bairro da União, zona centro-sul de Manaus.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) solicita a quem tiver informações acerca da localização dos indivíduos, que entre em contato pelo número (92) 98118-9535, disque-denúncia da DEHS, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). “A identidade do informante será preservada”, garantiu a autoridade policial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *